A importância de um plano B

E hoje, sábado, eu e o Cláudio Filho, fomos convidados pelo Laudelino Moura para irmos até o município de Pinheiro Machado pra registrar a bicharada. Também encontraríamos lá o Caio Belleza e o Rudimar de Mattos.
Como de costume, dias antes começamos a consultar a previsão do tempo, assim teríamos uma noção do que encontraríamos por lá. De acordo com os sites que visitamos, choveria de 4mm à 10mm no município de Pinheiro Machado, mas como somos insistentes, resolvemos ir igual.
Eu e o Cláudio saímos de casa as 7:30 e pegamos estrada rumo à Pinheiro Machado. Aqui em Pelotas, o tempo estava abrindo e até a metade do caminho, a garoa nos acompanhava na estrada. Quase chegando em Pinheiro, a chuva apertou e baixou uma cerração que já nos deixou com o pé atrás, mas já que estávamos chegando, resolvemos seguir até o final.
Chegamos na casa do Laudelino por volta das 9h da manhã abaixo de muita chuva, quando eu digo muita chuva, é porque era muita chuva mesmo! Ficamos lá conversando e esperando pra ver se dava uma amenizada, mas infelizmente ela não cessou. Pegamos o caminho de volta e optamos pelo "plano B".
O plano B consistia em entrar em algumas estrada aqui "pros lados" de Pelotas e tentar registrar alguma coisa. Chegamos no município do Capão do Leão e a chuva já tinha parado, então fomos atrás da bicharada. Entramos na Estrada do Pavão (local que eu sempre quis conhecer) e lá fomos surpreendidos, pois registramos/observamos 87 espécies diferentes, nada mal pra quem estava com o "dia perdido".
O show ficou por conta do bico-duro (Saltator aurantiirostris). Esse realmente deu show para as nossas lentes. Acredito que se tratava um casal, visto que estavam sempre juntos.
Além deles, vimos diversas espécies de andorinhas e uma grande quantidade de garibaldis e tesourinhas. Aves extremamente comuns nessas regiões. Outra ave que deu show foi o tico-tico-do-campo (Ammodramus humeralis) que vocalizava incessantemente enquanto fazíamos o registro.
Abaixo algumas fotos da saída:

bico-duro (Saltator aurantiirostris)

bico-duro (Saltator aurantiirostris)

andorinha-do-campo (Progne tapera)

sanhaçu-cinzento (Tangara sayaca)

martim-pescador-pequeno (Chloroceryle americana)

príncipe (Pyrocephalus rubinus)

tico-tico-do-campo (Ammodramus humeralis)

canário-da-terra (Sicalis flaveola)

tipio (Sicalis luteola)

gavião-carijó (Rupornis magnirostris)
Não saímos da estrada em nenhum momento, as vezes, descíamos e tocávamos o playback pra atrair alguma coisa. Foram 14km na estrada e o ambiente variou bastante. As vezes banhado, as vezes campo, as vezes mata de restinga e bastante eucalipto. 
Mas valeu a saída, dessa vez o "plano B" salvou o dia. Valeu Claudião, mais uma saída das buenas contigo!! Agora é uma semana de expectativa pro Big Day Brasil!!

Lista das espécies observadas: http://ebird.org/ebird/view/checklist/S40050245

Comentários

  1. Que maravilha meus amigos,impressionante o numero de espécies observadas. Uma pena a chuvarada. Não deu pra nos encontrarmos. Fica pra próxima. Um grande abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Trending

Pelos quatro cantos de Rio Grande

Surpresas no Banhado da Marambaia

Explorando a colônia na zona sul