Resumão de novembro - Parte I

Como fiquei quase 60 dias sem computador (o meu estragou e infelizmente não teve conserto), recém hoje irei conseguir atualizar o blog. Como vocês devem imaginar, há muita coisa atrasada e eu resolvi colocar tudo em apenas um post, para facilitar um pouco mais a leitura.
Então vamos ao que interessa... Relatar as saídas feitas nesse mês bastante importante para o birdwatching na nossa região, visto que nessa época as aves migratórias chegam e algumas delas já se fazem presentes por aqui.
A primeira saída, foi justamente no primeiro dia desse mês. Fui com a Mariana (minha namorada) no Banhado da Marambaia. Fomos no meio da tarde pra tomar um chimarrão, conversar e principalmente, observar e registrar a bicharada. O dia estava quente, e a luz estava colaborando para que eu fizesse alguns bons registros. Nesse dia, o show ficou por conta das marrecas que por lá habitam, algumas fotos abaixo:

marreca-de-coleira (callonetta leucophrys)
marreca-cricri (Anas versicolor)

marreca-parda (Anas georgica)
Ainda consegui fazer um vídeo da marreca-parda (Anas georgica) vocalizando, infelizmente o vento atrapalhou um pouco, mas dá pra escutar a vocalização no vídeo:
                                                                    


No dia 5, fui com a Mariana na Pousada do Moinho, no interior de Pelotas. Foi a segunda vez que fomos lá pra passar a tarde e obviamente, observar aves. A Pousada do Moinho é um local bastante promissor, segundo os proprietários, os tucanos são vistos com frequência por lá. Nesse dia fiz o primeiro registro do gaturamo-rei (Euphonia cyanocephala) para o município de Pelotas. A foto não é das melhores, mas pelo menos vale como registro pro nosso município. Mas outras aves deram show por lá. Pela primeira vez na vida, vi um azulão (Cyanoloxia brissonii) macho. Abaixo, algumas fotos do dia:

azulão (Cyanoloxia brissonii)

beija-flor-de-topete-azul (Stephanoxis loddigesii)

pitiguari (Cyclarhis gujanensis)

sanhaçu-cinzento (Tangara sayaca)

tangará (Chiroxiphia caudata)

tecelão (Cacicus chrysopterus)

No dia 7, voltei na Pousada do Moinho com o Cláudio Filho, dessa vez pra irmos atrás das corujas. Chegamos por lá já no final da tarde e mesmo assim conseguimos observar e escutar diversas espécies. Mas o espetáculo ficou por conta das aves noturnas. Logo que a noite chegou, diversos tujus (Lurocalis semitorquatus) voavam e vocalizavam enlouquecidamente, como é de costume da espécie. A única coruja que encontramos e registramos foi a mais comum aqui na região, a corujinha-do-mato (Megascops choliba). 

corujinha-do-mato (Megascops choliba)
Lista do final da tarde no eBird: http://ebird.org/ebird/view/checklist/S40366870.

No dia 11, fomos no Cerro das Almas, município de Capão do Leão. Saímos de casa por volta das 6:30 da manhã e chegamos lá e recém estava amanhecendo. Como esperávamos, a bicharada estava enlouquecida por lá. O local que fomos é uma pedreira abandonada com alguns resquícios de mata, que ainda assim, abrigam diversas espécies de aves. Naquele sábado, conseguimos fazer boas fotos de algumas espécies não tão comuns por aqui e eu consegui gravar diversas vocalizações de aves, elas podem ser ouvidas no meu perfil no Wikiaves, clicando nesse link: http://www.wikiaves.com/midias.php?tm=s&t=u&u=21460.
Abaixo alguns registros feitos naquele dia:

pica-pau-anão-carijó (Picumnus nebulosus)

joão-porca (Lochmias nematura)

bem-te-vi-rajado (Myiodynastes maculatus)
Ainda consegui fazer alguns vídeos bem legais naquele dia, filmei o surucuá-variado (Trogon surrucura) vocalizando bem na minha frente e o joão-porca (Lochmias nematura) pulando de um lado pro outro enquanto o Cláudio metralhava o bichinho com sua câmera.




Assim, termino a primeira parte do resumo desse mês de novembro. Não quis me estender muito pra não tornar a leitura cansativa. No decorrer da semana, faço a segunda parte. Na segunda metade do mês, teve birdwatching de bicicleta e mais surpresas em Arroio do Padre. 

No mais, era isso!! Até a próxima, pessoal!

Comentários

  1. Muito legal o relato, parabéns pelas excelentes imagens e também vídeos.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Raphael, não só pela beleza das aves, como pelo seu relato e dedicação! Excelente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Wilson, muito obrigado pelo comentário!! Temos que marcar uma passarinhada juntos no município de Rio Grande hein! Abração

      Excluir

Postar um comentário

Trending

A importância de um plano B

Big Day Brasil 2017

Arroio do Padre e suas preciosidades